7 formas de controle de pragas em ambientes comerciais

Fossatrat
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no google
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no facebook

Fazer o controle para que não ocorra a proliferação de pragas em ambientes comerciais – como restaurantes, lancherias, mercados, etc. – é algo obrigatório para manter as operações do negócio. Em especial nesse tipo de estabelecimento, há um grande risco de contaminação dos alimentos se expostos a pragas.

Além disso, algumas delas atuam como vetores de várias doenças, incluindo salmonelose, amebíase, difteria, disenteria, entre outras.

Adicionalmente a tudo isso, há o problema na credibilidade e imagem dos ambientes comerciais junto à comunidade e a seus clientes em casos da presença de pragas no local.

Para ajudá-lo a evitar essas situações, preparamos algumas dicas, confira-as a seguir.

1. Faça o controle de pragas na área externa de ambientes comerciais

Para manter seu estabelecimento livre de pragas, além das ações preventivas no interior do local, também é preciso ter atenção ao seu ambiente externo. Muitas vezes, ratos e insetos começam a proliferar ao redor dos ambientes comerciais para, então, também invadirem o interior dos ambientes em busca de alimentos.

Por isso, é importante manter a higiene e o bom funcionamento de sua rede de esgoto, rede de água pluvial, fazer a manutenção de jardins, fachadas, etc. Ainda, lembre-se de livrar-se de entulhos que possam servir de abrigo para as pragas.

2. Desenvolva uma rotina de checagem de seu estoque

Por vezes, o ambiente em si está limpo, porém a proliferação de pragas pode ocorrer no interior de caixas de papelão, de embalagens, nos pallets de madeira.

Assim, é importante fazer uma checagem já no recebimento de qualquer pedido antes de armazená-lo em seu estoque. E, depois de disposto no local, certifique-se de que condições como cuidados com exposição à luz e com o controle de temperatura e outros sejam rigorosamente seguidos.

3. Tenha uma atenção especial com o lixo de ambientes comerciais

Estabelecimentos que lidam diariamente com grandes quantidades de alimentos também precisam lidar com uma grande quantidade de lixo. E o lixo é um dos maiores motivadores para o surgimento de pragas nos locais, especialmente de ratos e baratas.

Desse modo, siga uma rotina rigorosa para que o lixo não permaneça mais do que meio turno no interior do local e para que ele seja corretamente acondicionado, vedado e descartado. Lembre-se também de manter seu depósito de lixo e lixeiras sempre higienizados.

4. Faça a limpeza periódica da caixa de gordura

Vazamentos na caixa de gordura podem ser um prato cheio para atrair pragas para ambientes comerciais. Além disso, geram mau cheiro e comprometem o funcionamento de sua cozinha. Por isso, é importante fazer a limpeza do dispositivo regularmente e mantê-lo bem vedado.

5. Tenha um cronograma regular de limpeza de seus ambientes internos

Ao final de cada turno de trabalho, é importante executar uma limpeza dos ambientes. No entanto, além disso, é preciso ter uma rotina de limpeza mais robusta do local. Isso inclui movimentar bancadas, geladeiras e armários (quando possível), para higienizar todos os cantinhos menos acessíveis e mais escondidos, que podem estar repletos de resíduos e abrigando pragas em seu estabelecimento.

6. Cuide para não haver acúmulo de água

Água parada pode ser o cenário perfeito para o surgimento de pragas. Mosquitos transmissores de doenças como dengue e febre amarela, por exemplo, podem rapidamente aparecer nesses locais.

Portanto, cuide para que a água da chuva não fique acumulada em suas áreas externas e para que a calha esteja em boas condições para fazer o escoamento de água.

7. Utilize biorremediadores

Para agir preventivamente e evitar a proliferação de pragas em ambientes comerciais, aplicar regularmente biorremediadores – também chamados de biodigestores – é algo simples e eficiente.

Essa é uma solução natural, composta por microrganismos inofensivos que decompõem gordura e outros elementos que podem atrair pragas para seu estabelecimento. Com ela, você, sua equipe e seus clientes não serão expostos a produtos químicos, não haverá qualquer resíduo que possa alcançar os alimentos, nem riscos como os que podem ser apresentados por químicos como a soda cáustica.

Os biodigestores podem ser aplicados em caixas de gordura, ralos, vasos sanitários, pias, fossas e tubulações em geral, de modo a prevenir situações como entupimentos, mau cheiro e a proliferação de pragas.

E então, pronto para aplicar essas dicas em seu ambiente comercial? Ficou com alguma dúvida sobre a atuação dos biodigestores? Deixe sua mensagem nos comentários.

Fossa Trat solução bio sustentável

Equipe Fossa Trat, especialistas em soluções Bio-Sustentáveis e em como acabar com seus problemas de entupimento e mau cheiro!

Este post tem um comentário

  1. Gostei do assunto de sua divulgação, gostaria de ver se é pertinente para meu site.

    Sds.

Deixe uma resposta