Esgotamento de fossas: o que é e quanto custa?

Fossatrat
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no google
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no facebook

O tratamento adequado do esgoto que fica desconectado da rede pública é fundamental por uma questão de saúde e bem estar daqueles que convivem no local. Hoje em dia, tratamentos como o de fossas sépticas e biodigestoras têm sido as opções mais populares, mas sua manutenção demanda cuidados regulares que não podem ser esquecidos, sob o risco de entupimentos e comprometimento da saúde e mesmo dos lençóis freáticos.

O esgotamento de fossa é a principal forma de cuidar destes tipos de esgoto, mas você sabe como ele funciona, seu preço e a regularidade ideal?

Porque fazer o esgotamento de fossa?

As fossas do tipo séptico têm um sistema fracionado de captação e tratamento dos efluentes lançados nela. Cada estágio desse tratamento guarda um nível diferente de resíduos.

Enquanto o líquido tratado etapa por etapa pode ser até reutilizado ou lançado no meio ambiente sem danos à natureza, os dejetos sólidos, produtos da decantação que acontece durante o tratamento da fossa, acabam ficando sedimentados no fundo da caixa.

Fossas com tubulação realizando o esgotamento

Com isso, o espaço e os microrganismos naturalmente presentes no ambiente acabam sendo insuficientes para processar o líquido, e o lodo depositado no fundo aumenta, fazendo com que o esgoto se entupa ou mesmo que os dejetos acabem subindo pelo encanamento.

Um entupimento grande causa vazamentos que podem comprometer os corpos d’água e raízes ao redor da instalação. Isso pode terminar em multas sanitárias e diferentes problemas de saúde!

Como funciona o esgotamento de fossa

O esgotamento de fossa consiste no esvaziamento do lodo que fica preso no fundo dos tanques, facilitando em muito o fluxo e tratamento dos efluentes. Esse lodo não pode ser devolvido à natureza, como no caso da água. Por isso um serviço especializado é demandado para seu tratamento e descarte adequado.

Os especialistas em esgotamento de fossa possuem equipamentos apropriados, como tubulações de sucção para remover o lodo do fundo e um caminhão preparado para transportar esses dejetos.

Caminho parado na rua com todos os itens para realizar esgotamento

Como as fossas acumulam uma grande quantidade de gases provenientes das atividades anaeróbicas dos microorganismos, a primeira etapa do esgotamento de fossa é a liberação dos gases, seguida sucção completa do material depositado na fossa.

Os dejetos devem sempre ser dispensados em aterros licenciados – por isso é tão importante a contratação de profissionais credenciados.

De quanto em quanto tempo devo esgotar a fossa séptica?

O esgotamento de fossa não possui um ciclo exato. Ele é muito relativo ao volume de litros d’água atirados diariamente na fossa, o número médio de pessoas que utilizam o ambiente, o tamanho da fossa e as condições das tubulações.

Caminhão ao lado de uma fossa realizando esgotamente de uma fossa septica

Ao construir uma fossa, o pedreiro responsável costuma estimar um tempo médio baseado nas dimensões, mas caso não disponha desta informação, é importante se antecipar a qualquer possível entupimento, tentando saber quando foi o último esgotamento.

Em média, para o uso de até 4 pessoas, um período entre dois anos e meio a três anos pode ser o suficiente. Acima desse número, uma vez a cada ano ou um ano e meio. Observando qualquer tipo de problema no encanamento de esgoto, mal cheiro no ralo e outros sinais de que algo não vai bem, é importante contratar um encanador e tentar entender o estado da fossa.

Esgotamento de fossa: preço

O preço costuma ser relativo à cada região, determinado pela oferta e pela demanda dos serviços, mas a maneira mais comum de cobrança do serviço é baseado em um preço fixo por metro cúbico (m3) ou pacotes por tipo e tamanho médio de fossa.

Caminhão na rua indo realizando um esgotamento

Atualmente, o preço médio varia entre R$ 200,00 e R$ 270,00 por m3 .

Como prevenir o entupimento de fossa

Ocasionalmente, as fossas acabam ficando cheias, mesmo com um bom uso. Mesmo as fossas biodigestoras tradicionais acabam precisando de um esgotamento, pois os processos envolvidos podem acabar não acompanhando o fluxo de uso do sistema de esgoto instalado – ainda que levem muito mais tempo para tal.

Uma solução promissora para esse tipo de problema é o uso de limpadores biológicos mais potentes que o mero esterco fresco. Fossa Trat é um produto produzido com alta tecnologia, sendo uma seleção de bactérias boas e enzimas que se alimentam dos principais componentes dos efluentes.

É uma solução biotecnológica, natural e ecologicamente correta que pode ser aplicada regularmente nas privadas, ralos e caixas de gordura, promovendo uma limpeza de todo o caminho, da tubulação até o esgoto, aumentando em muitas vezes a média de vida útil da fossa, poupando você de gastos e dores de cabeça com entupimentos.

Para conhecer mais sobre o produto, basta acessar a página! E para mais dicas ecológicas de soluções sanitárias, acompanhe nosso blog assinando a newsletter!

Fossa Trat solução bio sustentável

Equipe Fossa Trat, especialistas em soluções Bio-Sustentáveis e em como acabar com seus problemas de entupimento e mau cheiro!

Deixe uma resposta