Limpeza de esgoto: como evitar que isso seja uma dor de cabeça no seu edifício?
Limpeza de esgoto

Limpeza de esgoto: como evitar que isso seja uma dor de cabeça no seu edifício?

A limpeza de esgoto é fundamental em um edifício, mas pode gerar incômodos. Veja como evitar dores de cabeça.

Hoje em dia, a limpeza de esgoto é um assunto crítico. O esgoto entupido é um dos incidentes mais incômodos que podem ocorrer em um edifício, porque pode causar danos nas unidades, problemas de saúde e, além disso, é algo que costuma ser difícil e desagradável de se lidar.

Limpar o esgoto requer tempo e esforço, bem como produtos especializados de desinfecção e técnicas de purificação. Quando o problema surge, a ajuda profissional é a sua melhor opção em situações extremas. No entanto, para evitar esse cenário, é importante saber que você mesmo pode adotar ações preventivas – e, quando o problema não for grave, pode resolvê-lo com o auxílio de produtos específicos para esse fim.

A seguir, confira algumas dicas sobre como limpar o esgoto do seu condomínio para que essa situação não vire uma grande dor de cabeça. Acompanhe.

Os riscos de um esgoto entupido

O esgoto é uma mistura complexa de resíduos, geralmente dominada por materiais fecais, mas também contendo produtos químicos que foram despejados no sistema de descarte pelas indústrias e pelos proprietários de imóveis.

Comumente, em um condomínio, o óleo e as gorduras são os principais vilões do entupimento de esgotos, e afetam pias, vasos sanitários, ralos e caixas de gordura.

O entupimento da rede de esgoto de um imóvel não só causa muitos incômodos e inconveniências, como também apresenta uma variedade de riscos para a saúde de seus moradores e usuários. Isso ocorre, pois, o derramamento de esgoto contém contaminantes que podem causar doenças graves nas pessoas.

No entanto, além do risco de enfermidades, também há os perigos de eletrocussão e explosão. Por isso, se algum ambiente for inundado com o esgoto, evite o acesso até que as empresas de serviços públicos tenham desligado o gás e a eletricidade.

Ainda, um derramamento de esgoto pode causar danos expressivos aos imóveis. Além de ter que reparar ou substituir os materiais estruturais danificados e os utensílios domésticos, os imóveis atingidos também podem apresentar problemas de mofo.

Lembre-se: apenas o cheiro já é o suficiente para afetar o bem-estar comum de todo o prédio. Para evitar essa situação, cuidados e precauções devem ser tomados a fim de prevenir danos ao imóvel, assim como situações desagradáveis a seus condôminos.

O uso de biorremediadores na limpeza de esgoto

Cada vez mais, a biorremediação tem sido utilizada na limpeza de efluentes. Essa solução faz uso de bactérias, fungos, algas e espécies de plantas que são capazes de metabolizar, imobilizar ou absorver compostos tóxicos do ambiente, como gorduras, proteínas e açúcares.

Uma das principais vantagens de usar um biorremediador, como o Fossa Trat, é que ele é menos prejudicial ao meio ambiente, com um mínimo ou quase nenhum subproduto nocivo. Dessa forma, utilizá-lo é um método eficaz de tratamento ambiental e economicamente sustentável.

Além da facilidade e da praticidade de aplicação e do baixo custo, o biorremediador na limpeza de esgoto evita entupimentos, reduz o mau cheiro e, ainda, afasta insetos do local. Ele também é uma alternativa à limpeza mecânica de esgotos, o que pode ocasionar danos no encanamento e causar vazamentos – além de ser uma prática morosa e desagradável.

Assim, com o uso contínuo do produto, é possível resolver o problema de entupimentos, de infestações de insetos e o mau cheiro. Além disso, é possível economizar dinheiro na limpeza de esgoto, sem precisar gastar com produtos e serviços onerosos, e que causam mais danos gerais do que benefícios.

E você, já age preventivamente para evitar problemas com o esgoto de seu edifício? Já conhecia os benefícios da biorremediação na limpeza de esgoto? Quer saber mais sobre essa solução? Então, entre em contato conosco!

[elementor-template id=”1572″]

Deixe uma resposta