Mau cheiro no ralo do banheiro em apartamentos: solucionando as causas

Fossatrat
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no google
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no facebook

Muitos são os inconvenientes que podemos passar com o mau cheiro no ralo do banheiro, principalmente, em ambientes mais fechados como apartamentos.

Além de nos deixar em saia justa com as visitas, o mau cheiro no ralo do banheiro pode ser um atrativo para a proliferação de diversas pragas passíveis de transmissão de patógenos, como as baratas.

O que muitos não sabem é que o mau cheiro dos ralos não é algo irremediável, podendo, por vezes, ser de fácil resolução. É preciso apenas encontrar as causas que possam ter gerado o temível odor e dissolvê-las.

Pensando em soluções práticas para te ajudar a resolver o mau cheiro no ralo do banheiro de seu apartamento, trouxemos o post de hoje com 4 dicas eficazes e fáceis de serem realizadas. Vamos lá?!

Busque por entupimentos da tubulação de esgoto

Um fator que pode estar na linha de frente como causa do mau cheiro no ralo do banheiro de seu apartamento é um possível entupimento do ralo ou da tubulação do esgoto. Muitas são as causas que podem impedir a passagem de água de um ralo de banheiro, a mais comum é o excesso de agentes obstrutivos como: excedente de espuma, presença de objetos de média e grande dimensão e excesso de cabelo.

Mão segurando cano de pia

Portanto, é muito importante averiguar com cautela se não há muitos resíduos parados no interior do corpo do ralo, bem como na sua parte superior (tampa) e no fechamento hídrico. Se for este o caso, medidas periódicas de higienização dessas partes podem resolver rapidamente o seu problema.

Escolha o ralo ideal para o banheiro

Um fator que devemos levar em conta quando nos deparamos com o mau cheiro no ralo do banheiro de um apartamento é a escolha do ralo utilizado para a vazão da água, uma vez que tal escolha pode fazer toda a diferença na passagem do odor para o recinto.

Imagem com fundo preto e ralo centralizado

Ralos pluviais não são tão eficientes, uma vez que não possuem nenhuma vedação que possa obstar o mau cheiro, logo, devem ser utilizados apenas em áreas externas que não possuirão uma ligação com a rede de esgoto.

Ralos sifonados em formato de funil são projetados especialmente para proporcionar uma vedação contra o mau cheiro que possa decorrer da tubulação do esgoto. Ao entrar em contato com a água, ⅓ do ralo se enche e a tampa do equipamento tem por função vedar o odor.

Ralos sifonados com múltiplas vazões também são ótimas opções para banheiros, pois o sistema interno de vedação, o famoso sifão, é extremamente eficiente na hora de dissipar a passagem dos gases advindos dos dejetos do esgoto.

Mas, vale uma ressalva, de nada adianta ter uma estrutura de ralo própria para um banheiro, se em grande parte do tempo o ralo ficará destampado. Em casos de ralos em funil, a falta da tampa é sinônimo de falta de vedação, o que pode justificar o mau cheiro no recinto.

Verifique as vedações do ralo

Como vimos, se você utilizar um ralo pluvial em um banheiro de apartamento o mau cheiro será recorrente, nesse sentido a troca imediata por um ralo mais específico para a sua área já pode resolver o seu problema.

No entanto, caso não seja possível encontrar um ralo sifonado, uma forma de resolver o odor advindo de um ralo pluvial é comprando uma grelha de abre e fecha, o que pode te ajudar a controlar o mau cheiro.

Imagem fundo branco e ralo

 

O ideal mesmo é utilizar um ralo sifonado. Ao constatar o mau cheiro durante o uso de uma dessas duas especificidades de ralo é crucial que você certifique-se de que as vedações estão inteiras e bem instaladas.

Em um ralo afunilado é preciso averiguar se o mesmo contém uma quantidade mínima de água em seu interior e se a tampa está bem encaixada. Já em um ralo sifonado com várias saídas, além de observar se a vedação não encontra ranhuras ou quebras é preciso certificar-se se a mesma está posicionada na saída correta, ou seja, na tubulação do esgoto, do contrário os gases passarão e tomarão conta do ambiente.

Utilize os biorremediadores ao seu favor

Como percebemos, o acúmulo de gases da rede pública é o grande causador do mau cheiro no ralo do banheiro, mas, além das soluções acima, uma forma preventiva de se armar contra o odor característico do esgoto nessas instalações é utilizando o auxílio de um biorremediador.

Os biorremediadores, além de auxiliarem no desentupimento de tubulações de esgoto, podem ser grandes ativos na eliminação do mau cheiro dos ralos. Isto se deve ao fato dos microrganismos vivos que os constituem serem altamente eficazes na dissociação do excesso de material celulósico, proteínas, carboidratos, gordura e açúcar que possam se acumular no interior das tubulações.

Com o uso periódico de um biorremediador de qualidade aos poucos a higienização constante do ralo do banheiro de seu apartamento pode cessar-se, visto que a colônia de bactérias se incubirá na limpeza do ralo.

E o melhor, a ação dos biorremediadores é feita de forma sustentável sem agredir ou contaminar a água dos sistemas de esgoto, tampouco dos corpos de rios. Então, vale a pena se munir desses produtos para tratar de forma eficaz e saudável o terrível odor do ralo de seu banheiro.

Chegamos ao final de mais um post. O que achou das nossas dicas? Se resolver aplicá-las para resolver o inconveniente do mau cheiro no ralo do banheiro de seu apartamento nos conte, aqui nos comentários, se o conteúdo foi assertivo para você.

Ah, lembre-se de compartilhar o blog nas redes sociais, assim criamos uma corrente do bem e ajudamos ainda mais pessoas que estão sofrendo com esse problema.

Até a próxima.

Fossa Trat solução bio sustentável

Equipe Fossa Trat, especialistas em soluções Bio-Sustentáveis e em como acabar com seus problemas de entupimento e mau cheiro!

Deixe uma resposta