Dicas de cuidado: evitando problemas no encanamento do banheiro

Dicas de cuidado: evitando problemas no encanamento do banheiro

Os problemas com encanamento de banheiro sempre surgem no pior momento: quando menos esperamos. Basta uma tubulação entupida, um odor persistente no ralo ou outro problema para acabar com a normalidade de um dia tranquilo.

Sem falar que a solução para esse tipo de problema geralmente envolvem especialistas no assunto, o que significa despesas extras e imprevistas. Todas essas situações são evitáveis por meio de atitudes preventivas descomplicadas.

Quer saber como cuidar bem do encanamento do seu banheiro e evitar ralos entupidos, mau cheiro e transbordamentos? A Fossa Trat separou algumas dicas simples e valiosas para você se livrar de uma vez por todas de problemas com tubulação e encanamento!

Acompanhe a leitura e saiba como cuidados específicos com a pia do banheiro, o ralo do chuveiro e o vaso sanitário podem ser verdadeiros aliados na luta contra gastos desnecessários e dores de cabeça com banheiro. Veja:

Dicas de manutenção para pia do banheiro

A pia faz parte das três grandes estruturas do banheiro – as outras duas são o chuveiro e o vaso –, sendo, de todas, a mais usada no dia a dia do ambiente. Escovar os dentes, lavar o rosto, ajeitar o cabelo e praticamente toda atividade básica é feita em frente às pias.

Por esse motivo, a mobília e sobretudo o encanamento precisam ser cuidadosamente planejados e instalados a fim de que se evitem problemas de escoamento, vazamentos e afins. Veja também como evitar mau cheiro no ralo do box!

Algumas dicas simples e eficazes para fazer a manutenção preventiva na pia do seu banheiro incluem:

Checar periodicamente a eficiência da drenagem

O sistema de drenagem da pia, composto pelo ralo, sifão e o cano de escoamento, precisa ser checado de tempos em tempos à procura de bloqueios, acúmulos de detritos, furos, vazamentos e qualquer outro sinal de problema.

Os ralos precisam estar livres de cabelos e outras substâncias que afetem o escoamento, os sifões precisam estar limpos e sem acúmulos de materiais e os canos em perfeitas condições de integridade física.

Isso evita a maioria dos problemas mais comuns em pias de banheiro: maus odores, problemas de escoamento, vazamentos etc.

Trocas válvulas e registros de torneiras e registros de água

Nada de gambiarras ou “jeitinhos” para gotejamentos e problemas em torneiras, ok? Assim que elas ou os registros apresentarem quaisquer problemas de performance, troque-os e evite o desperdício de água.

Sem falar que o excesso de água causa infiltrações, prejudica rejuntes e azulejos – que incham e podem se soltar –, além de facilitar a proliferação de fungos e outros microorganismos prejudiciais a saúde.

Ralos não são lixeiras!

Às vezes é difícil resistir à tentação de deixar aquela sujeirinha descer pelo ralo da pia em direção à tubulação de esgoto, não é mesmo? Porém, saiba que essa ação é a grande responsável pela maioria dos entupimentos de canos e tubulações!

foto de um ralo de chuveiro com água escorrendo

O cesto do banheiro e o ralo da pia possuem funções diferentes e que devem ser respeitadas. Uma dica para não cair em tentação é deixar o lixo bem ao lado da pia ou separar um espaço especificamente destinado à essa finalidade – assim você economiza tempo e dinheiro em reparos.

Ralo do chuveiro: como cuidar?

Um bom banho revitalizante é tudo aquilo que gente espera o fim (ou no começo) de um dia. Sensação agradável que pode ser facilmente arruinada pelo transbordo de um ralo, pelo cheiro desagradável dos gases de esgoto e outros fatores que tiram nosso sossego.

Para que o momento do banho não seja comprometido por problemas de encanamento, a Fossa Trat listou algumas formas de cuidado para que o ralo do seu chuveiro esteja sempre em perfeito estado de conservação:

Evite o acúmulo de cabelos e pelos

Um adulto chega a perder, por dia, cerca de 100 fios de cabelo, que, ao longo do tempo, acumulam-se nos ralos e nas tubulações de escoamento do chuveiro. Resultado: obstruções no sistema de escoamento.

Embora a queda de cabelos e pêlos seja completamente natural, especialmente durante o banho, existem maneiras de se evitar que esse material biológico desça pelo ralo e estacione no encanamento.

Uma dessas maneiras é por meio de ralos especiais, com grelhas especialmente fabricadas para “peneirar” os cabelos e pelos, impedindo que eles escoem junto com a água e depositem-se nas tubulações. Esse acessório pode ser encontrado na maioria das lojas especializadas.

Higienize adequadamente

A higienização do ralo precisa estar inserida juntamente com as demais etapas de limpeza do banheiro. Ela é responsável por evitar o acúmulo de sujeira e microorganismos, de materiais que causam mau odor e muito mais.

Parte da higienização correta inclui o uso de materiais como água sanitária diluída em água, vinagre + bicarbonato de sódio ou alvejantes e materiais de limpeza especificamente desenvolvidos para esse fim.

Seja qual for o material de sua preferência, lembre-se de fazer a limpeza completa das superfícies e das peças do ralo, para garantir que ele seja higienizado adequadamente e evite surpresas desagradáveis.

Cheque a integridade dos componentes da tubulação

Os tipos mais comuns de ralos em chuveiros são os ralos sifonados e os lineares – presentes em instalações e acabamentos de luxo –, sendo que cada um deles possui partes específicas que precisam ser vistoriadas de tempos em tempos, por medida de segurança e prevenção.

Atentar-se aos sinais de alerta, como infiltrações, vazamentos e cheiro ruim também é uma dica valiosa, pois eles são indicativos de há algo de errado com as peças do ralo do seu chuveiro. Muita atenção!

Evitando problemas com o encanamento da privada

Por fim, integrando o conjunto das estruturas essenciais do banheiro, o vaso sanitário e o também precisam de cuidados especiais – afinal, também fazem parte do encanamento que liga o banheiro ao sistema de esgoto.

Nesse sentido, algumas dicas para evitar problemas com a tubulação do vaso sanitário são:

Atente-se à vedação

Um dos grandes aliados na prevenção de mau cheiro e vazamentos na privada é a vedação. Certificar-se de que a peça esteja devidamente fixada ao chão e que a base corretamente alinhada à boca do cano é uma maneira efetiva de minimizar as chances de problemas futuros – e até mesmo acidentes.

Fluxo de água

A maioria dos sistemas de descarga hoje em dia são equipados com válvulas que permitem o controle do fluxo de água a cada acionamento. Um fluxo adequado deve ser o suficiente para que os dejetos sejam levados ao esgoto sem sobrecarga na pressão exercida pela água nas paredes dos canos.

Por isso, as descargas devem ser breves moderadas – dessa forma, o planeta, o seu bolso e a tubulação agradecem!

Não jogue objetos e materiais dentro do vaso

Fio dental, absorventes, preservativos e quaisquer outros materiais jamais devem ser jogados dentro do vaso sanitário. Da mesma forma, embora algumas tubulações já sejam capazes de suportar, também não é recomendado a descarga de papel higiênico pela privada.

foto de uma privada vista de forma fornta com papel higiênico ao lado

Assim como nos ralos, esses materiais se acumulam na tubulação e causam obstruções no fluxo de escoamento para o sistema de esgoto, devendo ser evitados a todo custo. Utilize, para o descarte desses materiais, um cesto de lixo posicionado estrategicamente.

Mau cheiro e entupimentos: como resolver?

Com as dicas da Fossa Trat você consegue prevenir-se da maioria dos problemas relacionados ao encanamento do banheiro de forma simples e eficaz. Agora, o que fazer quando surgem os problemas de verdade?

mulher mexendo na privada tampando o nariz por conta do mau cheiro

Existem duas maneiras efetivas de resolver problemas com encanamento – e que excluem “jeitinhos” e técnicas mirabolantes que só pioram o problema:

Procurar ajuda profissional

O profissional especializado no tratamento de problemas com encanamentos vai, além de diagnosticar o problema, resolvê-lo da forma adequada e pontual, para aquele problema específico, naquela situação.

Esse tipo de solução é custosa, geralmente demorada, mas, no geral, o problema é resolvido de maneira satisfatória.

Uso de biorremediadores

Esse tipo de solução é rápida, segura e altamente eficaz. Os biorremediadores são produtos tecnológicos e sustentáveis que agem de maneira assertiva nos problemas de encanamento, como entupimentos e odores desagradáveis.

O melhor de tudo é que os biorremediadores são naturais, ecológicos e não causam danos aos animais, plantas e humanos. Além disso, eles atuam na prevenção de novas obstruções e outros problemas na tubulação.

Quer saber mais sobre o produto? Já falamos tudo sobre o biorremediador Fossa Trat aqui no blog – não deixe de conferir!

Então, gostou do conteúdo do post? Fique por dentro de todas as atualizações e receba mais dicas valiosas como essa – toda semana tem coisa nova! Cuide bem do seu banheiro e até a próxima!
[elementor-template id=”1572″]

Este post tem um comentário

  1. Silvia

    Amei as dicas!!! Parabéns!!!

Deixe uma resposta