Como evitar mau cheiro em restaurantes
Como-evitar-mau-cheiro-em-restaurantes

Como evitar mau cheiro em restaurantes

Estabelecimentos abertos ao público devem ter cuidado redobrado com a higiene do local. Quando se trata do segmento alimentício, a atenção deve ser ainda maior. A verdade é que por mais saboroso que seja um prato, por mais caprichados que sejam o menu e a decoração do local, se restaurantes apresentam mau cheiro, isso é suficiente para prejudicar totalmente a experiência e satisfação de seu cliente e pode levar à sua perda em definitivo.

De fato, conforme pesquisa, ao lado do paladar, o sentido do olfato é o mais importante de ser bem trabalhado em negócios alimentícios. Este também é o sentido relacionado à memória. Assim, ao sentir um aroma agradável nos restaurantes, poderemos lembrar mais facilmente deles para voltar ao local. Por outro lado, quando há mau cheiro, nossa lembrança será acionada para evitar o estabelecimento.

E, indo além disso, sabe-se que o mau cheiro é associado à falta de higiene, organização e salubridade dos locais. E relacionar isso às refeições é algo totalmente negativo para restaurantes.

Por tudo isso, é fundamental que donos e gestores desses estabelecimentos desenvolvam ações para evitar o mau cheiro no local. Para ajudá-lo, preparamos algumas dicas, confira a seguir.

O que causa mau cheiro em restaurantes e outros estabelecimentos?

O mau cheiro pode aparecer por diversos motivos. Nos ralos e pias, por exemplo, o odor ocorre porque o ralo não dá conta de drenar o que está sendo jogado nele, sendo que esse acúmulo origina o mau cheiro.

A falta de manutenção apropriada da caixa de gordura e do esgoto do estabelecimento, contribui para o acúmulo de sujeira nas pias, ralos e tubulações em geral, entupindo o sistema de drenagem e causando descarte inadequado do resíduo gorduroso no meio ambiente.

4 dicas para evitar mau cheiro em restaurantes

Para que o mau cheiro não se instaure em seu estabelecimento, você pode:

1. Utilizar protetores de ralos e pias

Conhecidos também como “chapéu chinês” ou “ralo chinês”, os protetores de ralos evitam que restos de comida e outros dejetos se alojem no encanamento, causando entupimento e ocasionando o mau cheiro.

2. Aplicar uma mistura caseira

Essa receita simples é muito utilizada como uma das primeiras alternativas para evitar o mau cheiro. Para prepará-la, basta acrescentar duas colheres de sopa de bicarbonato no cano com mau cheiro, depois jogar meio copo de vinagre e deixar o local coberto com um pano por 25 minutos. Para finalizar, você pode aplicar com cuidado água fervente.

Esse procedimento serve para se tentar retirar a sujeira grudada na tubulação, que provavelmente esteja causando mau cheiro e entupimento.

3. Limpar adequadamente a caixa de gordura

Boa parte dos restaurantes realiza a manutenção e limpeza da caixa de gordura apenas reativamente. Geralmente, os estabelecimentos utilizam caminhões limpa-fossa e o método de hidrojateamento de alta pressão. No entanto, esse deve retirar apenas o excesso da gordura acumulada, não atuando nas gorduras solidificadas, na eliminação do mau cheiro e entupimento da tubulação.

Cabe ressaltar que há diversas leis locais que prescrevem a obrigatoriedade da limpeza periódica das caixas de gordura de estabelecimentos como os restaurantes. Por isso, além dessa limpeza reativa quando já há problema, é recomendado adotar outras abordagens preventivas para manter o bom funcionamento e as boas condições desse dispositivo.

4. Utilizar um biorremediador

Você já ouviu falar em biorremediador? A biorremediação é um processo que utiliza organismos vivos como fungos, microrganismos, plantas, algas verdes ou suas enzimas, para remover ou remediar contaminações em locais específicos.

O Fossa Trat, por exemplo, é um biorremediador com alta concentração de microrganismos naturais que degradam os detritos do sistema de esgoto dos restaurantes. Ideal para ser utilizado em pias, sanitários, caixas de gordura e tubulações em geral, ele garante uma ação preventiva contra os entupimentos, a proliferação de pragas e o mau cheiro nesses dispositivos.

Para compreender melhor a ação dos biorremediadores, confira nosso artigo que explica como agem as bactérias presentes nesses produtos

[elementor-template id=”1572″]

Deixe uma resposta