Posso jogar água da pia na fossa séptica? Entenda!

Fossatrat
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no google
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no facebook

Por mais que a rede de esgoto seja uma parte não visível do imóveis, e por isso pouco valorizada pela grande maioria das pessoas, ela é parte fundamental de uma obra, pois permite que restos de resíduos – tanto líquidos quanto sólidos – sejam descartados de maneira adequada e sem trazer danos a estrutura da edificação.

É justamente a falta de informação que leva as pessoas a fazerem diversos tipos de questionamentos quanto ao descarte de resíduos na rede de esgoto. Uma das maiores certamente é “posso jogar água da pia na fossa séptica?”, e nós já adiantamos que não, pois o processo de descarte da pia acontece de maneira diferente!

Quer entender melhor como fazer uma ligação adequada entre a sua pia e a fossa séptica? Continue rolando a página e fique por dentro de tudo o que nosso time de especialistas preparou, para que você não passe mais transtornos com a rede de esgoto interna do seu imóvel!

Como escoar a água da pia de maneira adequada?

foco em uma torneira jorrando agua

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a fossa sépticaprimeira unidade de tratamento da rede de esgoto doméstico – não recebe descartes provenientes de pias, pois ela só recebe resíduos que são provenientes do vaso sanitário.

Com função de limpar a água e devolvê-la ao meio ambiente com o mínimo de impacto ao meio ambiente, nela são separados e transformados os dejetos por meio de um processo físico-químico, o que por sua vez gera uma maior estabilização de gases, para serem devolvidos à natureza com segurança.

Ótimo, ficou claro que não é possível escoar água das pias e ralos na fossa séptica, concorda? Mas então como proceder? Bem, primeiro é preciso entender que existem dois tipos de processo. O primeiro refere-se a edificações que possuem fossa séptica, em que o cano de despejo pode ser facilmente ligado nela.

Já em prédios que estão localizados em áreas com presença de rede de esgoto, a concessionária local é quem faz a ligação, deixando somente a parte de ligação interna sob nossa responsabilidade.

Contudo, no caso da pia de cozinha ou áreas gourmet existe outro porém, é necessário – primeiro – que o escoamento passe pela caixa de gordura antes de ser jogado na rede externa.

Você já passou por uma situação de entupimento da caixa de gordura? Aqui no blog nós temos um conteúdo completo com dicas eficientes para desobstrução! Dê uma passadinha por lá depois!

Escoar a água das pias diretamente na fossa séptica pode fazer com que microrganismos importantes na decomposição de desejos sejam comprometidos por algum dos produtos de limpeza que usamos, como sabão, detergente e sabonetes. Além disso, para que não haja entupimentos, a caixa de gordura precisa passar por limpezas esporádicas.

Já no caso da pia do banheiro, ao contrário da cozinha, deve ser ligada a caixas sifonadas, que ajudam a evitar a proliferação de mal cheiros, que possam vir do esgoto, e acabar contaminando a casa.

É muito importante que a ligação da sua pia seja feita de maneira adequada e respeitando as diretrizes ambientais. Eliminar resíduos em redes pluviais não é permitido, pois todos os dejetos serão depositados em algum rio da sua cidade. Tenha bastante atenção!

Como fazer a ligação da pia da cozinha para escoamento adequado?

Tudo bem, agora que já sabemos que não é possível fazer a ligação da pia diretamente na sua fossa séptica, dado aos diversos problemas que podemos causar no ecossistema, é interessante saber como fazer a ligação da sua pia na caixa de gordura e como limpá-la, para evitar problemas de mau cheiro, infiltrações e muitos outros.

torneira com bico alto fechada

A instalação consiste em depositar a caixa de gordura no chão, mais precisamente em uma vala já com as medidas da caixa, verificar se ela está nivelada e depois encaixar todas as peças de forma manual.

Para garantir que tudo está encaixado corretamente, você aplica solda nos canos de entrada e saída, há também adesivos de vedação que devem ser usados para assegurar que as outras partes estão realmente conectadas e não irá causar nenhum vazamento.

A caixa de gordura precisa estar em uma vala compactada, com saída para o esgoto e com nivelamento adequado. Essas medidas de precaução são extremamente importantes para certificar que nenhum resquício de dejeto irá escapar e contaminar o solo.

Como limpar a caixa de gordura?

Caixa de gordura roxa

Já a limpeza deve ser feita periodicamente! De certa maneira ela é simples, porém é preciso estômago forte, devido ao cheiro forte. Os resíduos irão ficar separados da água, flutuando na superfície. Com o passar do tempo o material residual que ficará na caixa endurecerá e você poderá retirá-lo e descartá-lo em um saco plástico de lixo.

Entupimento dos canos, escoamento demorado da água pelo ralo da pia, mau cheiro, entre outros problemas podem ser facilmente evitados com a limpeza esporádica da sua caixa de gordura.

Contudo, é importante salientar que produtos com sabão em pó, água quente e demais produtos químicos não devem ser utilizados no momento da limpeza, pois eles podem deteriorar o concreto que sustenta a caixa, tubulações e anéis vedantes, ocasionando danos ao ecossistema.

Por mais que a rede de esgoto interna das edificações seja algo “para ser visto” como os acabamentos, ser feita de maneira adequada e com conscientização é tão importante quanto escolher os melhores azulejos para seu banheiro ou cozinha.

Por isso, é sempre bom buscar informações que esclareçam esse tipo de dúvida e instruam como proceder da melhor maneira, concorda? E é para isso que nós do blog da Fossa Trat trabalhamos incansavelmente!

Gostando do nosso conteúdo? Por aqui sempre estamos trazendo textos interessantes e instrutivos, que respondem as maiores dúvidas dos nossos leitores sobre canalizações e soluções hidráulicas!

Continue conosco! Aproveite e venha fazer a leitura do nosso texto sobre como evitar mau cheiro na cozinha e fique informado sobre as principais causas e maneiras de resolvê-las! Te vejo no próximo post, viu?

 

Deixe uma resposta